terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Guitarreando com as Morgans

Terça-feira, 13 de dezembro de 2011... Era lá pelo fim da tarde e eu abria as porteiras do rancho pra receber a Mick, vulgo Michelle Szarko, aquela que responde pelas guitarras da banda Morgan Le Femme e o Ray Z. Esta seria nosso primeiro encontro para captação das guitas mas e eu e o Ray Z já sabíamos como faríamos a coisa. Durante a sessão de texturização lembro que 3 amplificadores se destacaram, o Nando Pontin AC15, o Marshall JCM800 e o Serrano Amps Classman 25 EL34 Custom Head. Enquanto o Serrano seria o encarregado de quase todas as trilhas com som limpo do disco, o JCM800 cuidaria dos mais malvados e o AC15 tudo que estivesse entre estes extremos, ou seja, a grande maioria do material. A coisa foi bem unânime em favor dele pois é bem claro que captadores single-coils realmente brilham com ele. Como caixa optamos pela Serrano Amps 2x12" com falantes Jensen C12N e a guitarra desta sessão seria uma Fender Stratocaster. Os efeitos foram bem básicos, quando necessário usávamos um Ibanez Tube Screamer, um wah-wah da Vox, ou meu Fulltone Fulldrive 2 Mosfet e pronto. Fiquei com a sala Chimango dessa vez pois queríamos uma boa dose de um ambiência mais fechada, quente e curta, um clima mais vintage-jazzy poderíamos dizer. Optei por 2 microfones de fita e 1 dinâmico para a tarefa. O Cascade Gomez enviando o sinal ao Universal Audio LA610, o Shure SM57 (sem transformador) enviando ao Neve Amek Purepath CIB e o Sonntronics Sigma, bem mais afastado, captando a caixa e sala como um todo. Ficou lindo! Daí foi só sentar a palheta, e claro, a Mick não se mixou e matou a pau! Ao fim da sessão já tínhamos uma boa dose das guitarras captadas e daí declarávamos a missão da sessão cumprida!

Forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!





0 comentários: