sexta-feira, 17 de junho de 2011

Baixos para a Baltimore.

Quarta-feira 1º de junho e logo cedo abriam-se as porteiras do rancho...
Eu voltava a receber o Ray Z e o Vini Vitola. Missão? Captar as trilhas de baixo para o EP debut do pessoal da banda Baltimore. E foi as 10 badaladas da manhã que teve início a brincadeira toda.
Como de praxe, captei quatro sinais diferentes do lindíssimo Fender Jazz Bass, modelo especial, do Vini. Utilizei mais uma vez do Meteoro MPX-500 do amigo James da banda Draco, e à partir dele captei um sinal limpo e inalterado do instrumento via Focusrite ISA 428, um sinal sujo utilizando o Universal Audio LA610 e dois sinais do amplificador. O amplificador foi mais uma vez o Serrano Amps Classman 25 EL34 Custom Head em bass mode, ou seja, ECC803 e ECC802 no primeiro e segundo estágios de pré-amplificação respectivamente, 6L6GC no poweramp, loop de negativação ativado, low-cut desativado e bóra. Posicionei a caixa Marshall JCM900A 4x12" no centro da sala Chimango e acertei a microfonação com o Cascade Gomez enviando ao Avalon VT737sp e com o Shure KSM44 enviando ao Neve Amek Purepath CIB. Uma vez acertado o som, e o aterramento (hehe, o resto foi moleza. O Vini matou a pau e não tivemos contratempos, de forma que em tempo record já tínhamos em mãos todo o material necessário!

Forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!




0 comentários: