segunda-feira, 23 de maio de 2011

Solando com a Baltimore.

Azaaaaaaa!
Terça-feira, dia 17, dia de muitas coisas novamente hehe, mas de material fotado, era dia de receber mais uma vez o grande Ray Z e o Marcelo Allende, vulgo Slashinho. Logo, a missão era bem óbvia... Captar os solos para o primeiro EP do pessoal da banda Baltimore. É legal ver o Slashinho tocando pois ele é muito seguro, possui uma dinâmica muito controlada e uma pegada muito definida! Então. Hora do transporte. O Slashinho veio armado de sua Epiphone Custom Signature Slash e um wah-wah Cry Baby clássico. O amplificador escolhido para a tarefa inicialmente foi o Mesa Boogie Dual Rectifier Road King. Posicionei a caixa Marshall JCM900A e peguei 3 cápsulas, o Cascade Gomez, o Shure SM57 sem transformador e o Sennheiser MD421II. Enviei o sinal destes respectivamente ao Universal Audio LA610, ao Avalon VT737sp e ao Neve Amek Purepath CIB. Ajustei tudo e bóra! Com o blend destes 3 sinais tínhamos em mãos um infinidade de timbres e muitíssimas opções. Ficamos com este signal chain até que em um certo tema detectei espaço para a voz do Orange Tiny Terror, e acertei! A sonoridade deste casou perfeitamente com o tema em questão e sob o olhar e ouvidos atentos do seu Ray Z e execução perfeita do Slashinho foi golaço! O som estava tão legal que acabamos aproveitando para registrar outras trilhas, que originalmente haviam sido registradas com o Mesa, também com o Orange para posterior escolha. Mais uma vez tive o previlégio de receber pessoas muito legais que me proporcionaram mais um dia agradabilíssimo e divertido, onde estou sempre aprendendo e ouvindo muito boa música! =)

Forte abraço!
Life's too short for bad tones!




0 comentários: