segunda-feira, 23 de maio de 2011

Preparando um DVD Expresso parte 2.

Quase-quase...
Quinta-feira dia 19 e meu dia começava assim ó...
"Sandro... Pelamor de Deus fica com os guris aqui que não consigo ficar com os olhos abertos e ainda por cima peguei um gripão". Para entender o porque desta frase basta ler como tem sido os últimos dias do povo do rancho...
...
Dormi. Dormi muito. Suei muito. Tomei um caminhão de remédio. E cheguei ao estúdio lá pelas 15 horas, embora tenha iniciado trabalho mesmo somente lá pelas 17 horas. Eu explico.
Era dia de receber no rancho os guris da banda Expresso para iniciar a parte de estúdio do novo DVD do pessoal. Para ser franco, direto e inteligível, a idéia é regravar o que possa ter ficado feio por "n" motivos durante as captações, porque os fãs não merecem nada feio, e acertar outros pequenos pontos, pequenas edições, limpezas, além é claro, de realizar a mixagem do áudio. A produção do trabalho está a cargo do Rodrigo Sanches, baixista da banda, enquanto o Sasandro, vulgo Naná, e eu atuamos como engenheiros de som do trabalho, lembrando ainda que o Roger foi nosso engenheiro auxiliar durante a captação do material e fez um excelente trabalho garantindo a pureza do sinal de nossa estação!
Então, enquanto eu dormia o Sandro e o capanga, vulgo Eduardo Sarrafo, recebiam o Rodrigo, o Gabriel Sanches e o Daniel dos Santos. O Sandro acertou toda a sessão, realizou um pré-mixagem, diga-se de passagem, uma senhora pré-mixagem, o som está, sem nenhuma falsa modéstia, matador, e todo mundo da equipe está satisfeitíssimo, e eu, faceiro. Em seguida o pessoal partiu para a audição do material em todos seus detalhes, trilha por trilha para definir o plano de ação. O legal é que o pessoal são todos "ratos de estúdio", e o Rodrigo, como produtor e engenheiro, sabe pilotar "muito-bem-obrigado" o sistema, de forma que aproveitei que o pessoal estava se sentindo em casa e, até que realmente precisassem de mim, fiquei resolvendo tarefas administrativas. Foi somente mais tarde então que fui requisitado. Bóra refazer 2 trechinhos de baixo. Dei uma boa ouvida na sonoridade original do baixo do DVD. Então pegamos o belíssimo baixo Dean do Rodrigo e fui primeiro no Avalon VT737sp... Não era ele. Fui ao Universal Audio LA610 e daí sim, era esse, ajustei a equalização, compressão e saturação para buscar as mesmas características encontradas no DVD e bóra. Daí foi fácil, menos de 5 minutos e estava tudo pronto. Hora da viola do Daniel, e foi no mesmo clima, ouvi a trilha original, pluguei o violão Tagima do Daniel no Avalon, acertei tudo e de resto foi fácil. Tudo muito rápido. Hora das guitarras. E mais uma vez, muito fácil. Para o som limpo acertei o Serrano Amps Classman 25 EL34 Custom Head emulando o som original captado no DVD. Enviei o sinal à Marshall JCM900A 4x12" dentro da sala Chimango e retornando via Shure SM57 no Avalon. Menos de 1 minuto depois e tudo resolvido. Peguei o Mesa Boogie Dual Rectifier Road King e mandei pro mesmo sistema, acertamos a timbragem para um solo e bóra! Fácil novamente. E foi nesse clima que seguimos até lá pelas 21 horas quando demos por completa a missão do dia.
Tirando o mal estar da gripe foi mais um ótimo dia onde aprendi muito, como sempre, e me diverti demais na ótima companhia e astral dos guris dos quais me torno mais fã a cada encontro, pela simplicidade, profissionalismo, bom humor e valores pessoais! Turma de pessoas finíssimas! =)

Forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!



0 comentários: