segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Agora sim... Cabô as cordas da Start Select.

Quarta foi um dia lotado de tarefas administrativas, papelada e edições... Quinta-feira começou neste mesmo ritmo, só no fim da tarde é que eu receberia o pessoal da Start Select, Will, Rafael Zucatti e Yuri Popischil. "Ué? Mas tu não tinha falado que tinha acabado as gravinas de guitarra?" Sim, mas a missão agora era outra, violão. O instrumento que os guris trouxeram era um Yamaha cujo modelo não lembro agora. Era um instrumento que falando em linguagem de fácil entendimento, tinha bastante agudo, bastante som de palheta e pouco corpo. Ótimo para 2 dos temas que tínhamos que trabalhar, e daí foi fácil. Mas no 3º tema a coisa complicou um pouco... Precisávamos de um violão gigante. Ajustamos o posicionamento, compressão e equalização e daí voilá! Dessa vez nem pestanejei, peguei o Manley Reference Cardioid, enviei o sinal ao Avalon VT737sp, fiz um 2º estágio de compressão no Universal Audio 1176 e bóra! Como eu disse, para 2 dos temas eu queria um violão muito rítmico, muito brilhante e percussivo, de forma que criei uma ambiência mais reflexiva e brilhante que casou muito bem com a missão. No meio da sessão ainda utilizei o Universal Audio LA610 nas trilhas de violão lead. E finalmente, para o violão mais gordo, ajustamos posicionamento, passei o sinal ao Neve Amek Purepath CIB e pronto!
Daí sim, "senta a palheta aí" e pouco mais que um par de horas depois e missão cumprida! Agora é editar e bora captar voz! Começando a chegar no início do fim...

Forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!






0 comentários: