domingo, 9 de janeiro de 2011

Mais violas e vozes do Rudy.

Terça-feira.
Era dia do Sasandro vir e fazer o quê? Captar os últimos violões e algumas vozes para o disco do Rudy Kestering. O Rudy chegou mais cedo e o Sandro aproveitou para ir realizando a captação das vozes. Preparou a sala Maragato, reviu os detalhes da última seção e atualizou algumas coisas. Desta vez enviou o sinal ao Avalon VT737sp ao invés do Neve Amek Purepath CIB. Sugeri que ele fizesse o que ele costumava sempre fazer e logo após meti o bedelho e sugeri a adição de um segundo estágio de compressão. No primeiro estágio, um compressor opto, naturalmente mais lento, tratava de estabilizar o sinal. Aqui o Sandro pegou pesado, uns 10-12 dBs de compressão com attack e release mais lentos. No segundo estágio um compressor tipo FET, naturalmente rápido, o Universal Audio 1176, tratava dos transientes, attack e release últra-rápidos. Porém, diferente de como eu faço, dividindo a ação dos compressores, o Sandro exigiu menos do segundo estágio e mais do primeiro, o resultado foi muito parecido mas mais macio, pois maior parte da atuação está no primeiro estágio que, com a atuação mais lenta é mais "transparente" e como o segundo estágio atua menos ele também não é tão aparente. O Sandro adorou e aparentemente todo mundo também. Algumas horas depois chegava o nosso violeiro, o Barcelo Barcelos com seu Takamine de nylon. Após comparar as vozes da última sessão com as novas, o Sandro não teve dúvidas, "vamos regravar as anteriores". O causo é que na terça-feira não só o signal chain ficou mais bacana, o Rudy estava muito melhor.
O Sandro então, como não queria mudar a sala nem o sinal da voz, pegou o Rode K2 e mandou o sinal ao Universal Audio LA610. Agora tínhamos violão! Começei a piorar e logo deixei o recinto. Voltei à noite quando eles já estavam gravando vozes novamente e logo terminaram a sessão, e lá pela 1 da manhã, missão cumprida.

Espero que curtam.
Forte abraço, bring me sound and I'll make you music!








0 comentários: