terça-feira, 16 de novembro de 2010

Voz Destroyed FTW!

Correeeeee!

Quinta-feira passada, dia de receber mais uma vez o pessoal da banda Mandala, representados dessa vez pelo power trio Kiko Prata, Everton Acosta e Nando Áres. Missão? Continuar trabalhando em 2 temas novos... Um deles em especial, beeeeeem nervoso, de forma que para tal, precisávamos de uma certa atenção especial ao solo e às vozes do mesmo. Optei por começarmos com o solo. Taquei o tio Everton dentro da sala Chimango, já que a Maragato encontrava-se com o setup de voz já montado para o Kiko desde a sessão anterior. Levei a caixa 4x12" Marshall JCM900A e o cabeçote Mesa Boogie Dual Rectifier Road King. Acertei o posicionamento. O transporte foi feito com minhas opções clássicas, o Cascade Gomez enviando o sinal ao Universal Audio LA610, um Shure SM57 sem transformador enviando ao Avalon VT737sp e um Sennheiser MD421II enviando ao Neve Amek Purepath CIB. O charme especial desta trilha de solo porém, foi o uso de um pedal Digitech Whammy, e claro, o arranjo do mesmo. Fizemos o tio fazer alguns takes até chegarmos na trilha correta! Ficou muito legal! Primeira parte da missão cumprida, hora do Kiko berrar mais um pouco... E dessa vez ele berrou, literalmente! Como o setup já estava montado e pronto, a coisa foi bem direta, e trilha após trilha fomos matando a charada... Até chegarmos neste tal tema... "Kiko... Vai lá berra... Mas berra..." O que quero dizer é que, pro que eu tinha em mente, acho que a melhor maneira de exemplificar o quão berrado foi a coisa, que o nome dos canais de voz que dei à essas trilhas foi... "Voz Destroyed" hehe.
Agora vocês me perguntam. E ficou legal? "Bah" é um adjetivo que resume bem! ;)

Bora continua correndo!
Forte abraço! Bring me sound and I'll make you music!


0 comentários: