sábado, 31 de julho de 2010

Mixando o Cartel da Cevada.

Vamo lá! Multi-posts atrasados da semana...
Terça-feira obviamente não acabaria após o trabalho com o Rudy, pois ainda tive outro trabalho fotado. À noite, aportaram por aqui o Igor Assunção e o Richard Zimmer para me ajudar a aparar algumas arestas e acertar alguns detalhes das mixagens do Cartel da Cevada. Aproveitamos para registrar mais algumas trilhas de backing vocals e o Igor registrou mais uma voz. Para a empreitada busquei o recall sheet da sessão anterior de voz e refiz todos os passos, mesma sala, mesmo posicionamento, mesmo microfone e tudo o mais, no caso, o Manley Reference Cardioid, o Avalon VT737sp e o Universal Audio 1176. Obviamente demos algumas boas risadas, acertamos 4 temas e missão cumprida!

Forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!

Leia Mais…

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Castanholas!

Ae!
Terça-feira iniciava-se e logo cedo, lá pelas 9 horas da matina, eu abria as porteiras do rancho para voltar a receber o Rudy Kestering, o Cláudio Baraldo e dessa vez também a Paula Finn. Missão? Finalizar as captações de violões para o disco do Rudy e captar algumas trilhas de castanholas para um dos temas do futuro álbum. Pois bem, rapidamente refizemos os passos das sessões anteriores e timbramos o Godin de nylon do Baraldo e, enquanto o Rudy transmitia ao-vivo seu programa de rádio, nós rapidamente registramos o tema restante utilizando o Avalon VT737sp. Missão cumprida com o Baraldo, hora de captar as castanholas. Uma rápida ouvida nos temas, um rápido planejamento do arranjo e bora. Armei o Manley Reference Cardioid no semi vocal booth que eu havia preparado para a captação de vozes da sessão da noite anterior e mandei o sinal ao Avalon VT737sp. Bem, como o instrumento em questão requer uma certa movimentação eu precisaria de um controle mais apurado da dinâmica, porém, ele também possui transientes muito rápidos, de forma que, acreditem, o compressor do Avalon não conseguia nem percebê-los mesmo com o ataque o mais rápido que o botão permitia. Passei a enviar o sinal ao Universal Audio 1176 e daí sim, esse tinha velocidade o suficiente para domar os transientes das castanholas e permitir a movimentação da Paula para tocar confortavelmente seu instrumento. E daí foi fácil, e rapidão tínhamos as trilhas registradas. Missão da sessão cumprida e em tempo recorde, de forma que antes do início da tarde o pessoal já deixava o rancho.

Um forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!

Leia Mais…

terça-feira, 27 de julho de 2010

A invasão dos esquilos ciborgues...

Aee!
A semana começa aqui pelo rancho com coisas muito legais e meio que difíceis de explicar hehe, então deixe-me começar de uma vez. Hoje voltei a receber o Felipe Grahl, o André Lobo e o Isaac Waszak para captar as vozes para o trabalho da Skabout. Optei pela sala Maragato e montei um semi vocal booth em um posicionamento diferente do que costumo usar, e, para o que pretendo fazer, gostei muito. Eu procurava o controle de um vocal booth porém não tão curto e focado. Eu não tinha dúvida da cápsula que usaria com o Felipe, peguei logo o Manley Reference Cardioid, porém, a dúvida recaia sobre qual pré-amplificador usar. Iniciei timbrando o Avalon VT737sp e gravamos um trecho. Fiz então o mesmo com Universal Audio LA610 e com o Neve Amek Purepath CIB. E daí veio a parte não tão mais difícil assim, uma vez que a característica dos 3 prés apareceram de imediato o que facilitou um pouco a escolha. O Avalon amaciou e aveludou demais a coisa, o LA610 trouxe um imediatismo com muito punch e agressividade enquanto o Neve trouxe o mesmo punch com uma agressividade mais controlada, o bottom soando mais firme e o top end soando mais claro e cremoso, de forma que a voz sentou melhor em 3 dos 4 temas com ele. Somente em 1 dos temas optamos pelo LA610. Ambos os sinais foram então processados em um segundo estágio de compressão em um par de Universal Audio 1176. Daí foi fácil. O Felipe matou a pau e rapidão gravou todas as vozes.
Ok. Agora deixem-me tentar explicar...
Após as gravinas, fomos aproveitar para acertar algumas coisas, entre elas, estávamos tentando um arranjo e efeito de vozes em um backing vocal do Isaac... Para vocês entenderem, testei um plug-in que imediatamente "cria" outras vozes  e usa uma espécie de pitch shifter em cada uma dessas vozes extras, no meio da experiência, obviamente algumas vozes soavam como aquelas vozes dos esquilos do filme Alvin e os Esquilos... E daí começou as piadas... ehoehoehoeoheho
Que culminaram com "a invasão dos esquilos ciborgues que foram picados pelas mutucas musicais albinas" eohehooheoheoheheo E coisas do tipo. E daí não parou mais e foi evoluindo à absurdos que me fizeram lembrar da frase "tá... mas tu ligou o poder aí agora né?" EOHEOHOHEHOEHOE.

É muuuuito difícil contar essas coisas... Da mesma forma que foi a última sessão com a Cartel na qual quase morri rindo hehe Mas pelo menos ajuda a explicar as fotos abaixo =P.
Forte abraço! Bring me sound and I'll make you music!

Leia Mais…

domingo, 25 de julho de 2010

Vídeos Serrano Amps Victory 45.

Demorou mas chegou.
Como sei que diversos amigos aqui estão beeeeeeeem curiosos em saber como que soa o já clássico modelo de amplificador de guitarra Victory 45 da Serrano Amps, aproveitamos que o Dudu, o Eduardo Rimoli, músico convidado para a demonstração, veio armado de algumas de suas filhas e equipamentos e fizemos mais vídeos que o normal para demonstrar a gigantesca capacidade de geração de timbres do amplificador. O Mr. Serrano Amps, André Serrano, queria transparência total... Não do áudio, mas da sensação em tocar o Victory 45, a sensação de estar ali ao lado do amplificador ouvindo-o trabalhar junto da sala. E foi esta pesquisa que junto de ambos me levou a mudar do clássico Shure SM57 para o Cascade Gomez. Para chegar a esta verosimilhança sonora outras coisas acabaram mudando também, mas enfim, tudo sobre a captação do áudio para os vídeos vocês podem ler aqui.

Hora de ver, e ouvir, os vídeos!
Forte abraço! Bring me sound and I'll make you music!







Leia Mais…

Gravando violas para o Rudy Kestering.

Mazaaah!
Vamos nessa antes que a memória curta me traia. Foi nessa última quarta- e quinta-feira que recebi por aqui o Rudy Kestering acompanhado do violeiro Cláudio Baraldo, sempre cedito no más, lá pelas 9 badaladas da manhã. Obviamente a missão era captar violões. Bem, técnicamente não houve nada de muito interessante, já que o Baraldo veio armado de seu Godin de nylon elétrico, de forma que foi muito fácil e direto acertar a sonoridade do instrumento. Avalon VT737sp foi o escolhido para a empreitada, muito pouca coisa de equalização e compressão e pronto. Hora de captar. E assim trecho a trecho, trilha a trilha, o Baraldo foi registrando as linhas. Sempre com muito bate papo e bom humor ambas as sessões se desenrolaram muito tranquilamente. Em alguns dos temas o Rudy ainda mandou ficha e gravou algumas linhas, para registrar sua pegada. E foi mais ou menos isso nestas duas sessões.

Um forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!

Leia Mais…

sábado, 24 de julho de 2010

Gravando com o Mestre...

Gente, deixem-me voltar ao tempo pois o Sasandro havia deixado o rascunho do post referente às gravinas de baixo do disco do Rudy Kestering e eu não vi. Segue aqui o que rolou na sessão nas palavras de quem realmente trabalhou hehe.

---

Foi nesta última sexta-feira que eu tive a grande honra de novamente trabalhar com meu professor de contra-baixo, Airton Zetterman, esse cara me deu aula no início dos anos 90, eta tempo bom, lá estava chegando eu com meu contrabaixo Ibanez na casa do Airton para minha primeira aula...... Me acomodo confortavelmente em um sofa, pego meu bass e me atraco a dá slap, o Airton com aquela educação e sensibilidade que só ele tem diz o seguinte, legal, bem legal, mas agora vamos para a aula, nesse momento a casa caiu.... Pode guardar teu belo Ibanez no case e pega esse violão para começarmos estudando harmonia, pois é, foram muitos meses estudando campo harmônico e tudo o mais, e somente nos últimos 5 minutos de aula é que eu pagava o bass para aprender alguma técnica ou exercício. Mas chega de nostalgia.... O mais legal é que a função do Airton nesse trabalho foi gravar as linhas de baixo do CD do Rudy kestering, e o trabalho foi muito tranquilo e ficou perfeito, o Airton captou a idéia da produção já de cara e o resto foi só alegria, iniciamos plugando o AriaPro de 6 cordas com captação Ledur diretamente no Avalon VT737sp, o som ficou tão maravilhoso que fiquei tentado em conferir o som do baixo nos outros pré-amps, pluguei também no Universal Audio LA610, e em seguida no Focusrite ISA 428, mas no final, o timbre aveludado e preciso do Avalon foi o escolhido para a lida. Logo após o almoço chegou pelo estúdio o Mateus que bateu as fotos que estão abaixo.

Bom! por hoje é isso e  bons sons a todos.

Leia Mais…

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Finalizando captações do Lucas Restori.

Terça-feira foi dia de eu voltar a trabalhar dentro do estúdio.
Vou começar o post primeiramente voltando a agradecer o Felipe Grahl e o Alemão Miguel pela gentileza de ceder seu belíssimo cajon e sua moringa para que eu realizasse a missão de finalizar as captações de percussão para o álbum do Lucas Restori. Valeu a mão pessoal! Liguei pro Sasandro, peguei umas dicas e fui. O tempo urgia, posicionei o cajon na sala Maragato e selecionei dois microfones para o serviço. Um Shure KSM44 captando o instrumento frontalmente, e um Sennheiser MD421II captando o respiro. Os sinais de cada um mandei respectivamente ao Avalon VT737sp e ao Neve AMEK Purepath CIB. O Sarrafo, nova adição do audioFARM me deu uma mão para acertar tudo. Regulei a mix de fone e bora! As trilhas que eu iria gravar eram bem simples e por isso consegui gravar tudo bem rápido. Hora de gravar a moringa. Aproveitei a configuração da sala, acertei o posicionamento do KSM44 e bora. Esse foi um pouco mais difícil dada minha pouca intimidade com o instrumento e nível de ferrugem hehe, mas nada que alguns takes depois e eu pudesse dizer missão cumprida. Hora de correr entregar os instrumentos.

Forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!

Leia Mais…