segunda-feira, 28 de junho de 2010

Pança!

Para variar um pouco... Um belíssimo domingo com muito sol me recebeu cedo, lá pelas 9:30 da matina. Eu esperava receber a trupe do Cartel da Cevada bem cedo, mas como um dos amigos estava com febre, acabou que abri as porteiras do rancho para receber o Igor Assunção, o Nando Rosa e a Maira Cortez somente lá pelas 14 horas. Até lá, fiquei editando o material do pessoal. Logo após chegarem, veio o bate-papo tradicional, afinal, fazia algum tempo desde nosso último encontro. O Richard Zimmer apareceu logo em seguida trazendo a carne e a bebida, pois obviamente rolaria churrasco. Nos grudamos à ouvir o material, rir um pouco e então começar a longa empreitada. Missão 1: Finalizar guitarras. Desde a noite passada eu havia deixado prontas ambas as salas para realizar as gravinas de hoje. Na sala Chimango posicionei a caixa Serrano Amps 2x12" após achar o ponto onde ela soava como eu queria, e novamente tive de elevar a caixa um pouco e usar um tapete, porém não alterei a sala em mais nada. Para o transporte, optei por um Shure SM57 (sem transformador), enviando o sinal ao Avalon VT737sp, e o Cascade Gomez desta vez enviando seu sinal ao Neve Amek Purepath CIB. Dentro da sala Farrapos nossa guitar rig ficou composta do Serrano Amps Classman EL34 Custom Head, do Fulltone Fulldrive 2 Mosfet e do rack de efeitos T.C. Electronics M-One. Após darmos início aos trabalhos o resto do pessoal se atracou à preparar a carne e bater papo enquanto cumpríamos a 1ª parte da empreitada. O Nando aniquilou a tico, vulgo matou a pau, e novamente criamos altos sonzões e uma a uma terminamos as trilhas remanescentes. Hora do rango e dessa vez foi o Richard quem aniquilou a tico!
Tava muito bom! Nada como uma bunda de vaca e uma porquinha acompanhada de alguns loiras geladas, bom bate papo e um sol que continuava sua jornada rumo à oeste! =)

Enfim... Hora da 2ª parte da empreitada, captar os backing vocals restantes do disco, e para tanto, desde a noite anterior, eu havia deixado a sala Maragato montada já com a ambiência da sala ajustada. Desta vez peguei o Rode K2 e o Manley Reference Cardioid para a tarefa, o K2 enviando ao Avalon VT737sp e em seguida ao Universal Audio 1176, e o Manley Reference Cardiod enviando ao Neve Amek Purepath CIB e em seguida ao Universal Audio 1176. O uso de duas cápsulas desta vez não era para buscar características específicas individuais para posteriormente misturá-las, mas buscar sonoridades tradicionais em cada uma casando-as às vozes do Nando e do Richard, bem como aos temas. No 1º estágio de compressão procurei estabilizar o material e no 2º estágio, daí sim, atacar os transientes mais rápidos. Então... Bora trabalhar! Começamos registrando todas as vozes do Nando, tema a tema, para somente então passarmos às vozes do Richard, que levou um pouco mais de tempo pois tinha mais material para captar. Infelizmente a febre tirou de campo o Igor e a Maira que tiveram de abandonar o jogo logo após o primeiro tempo. Mas continuamos... Até chegarmos ao tema que leva o mesmo nome da banda... Para gravar um instrumento novo... De sonoridade sem igual... Chamado... Pança! hehe. Sim, não estou brincando. Exímios tocadores de Pança, o Richard e o Nando mataram a pau e encerraram a sessão lá pelas 22 horas com chave de ouro! =)

E foi isso neste excelente domingo! Forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!

0 comentários: