segunda-feira, 3 de maio de 2010

Bruxaria... MUITA bruxaria!

Azá!

Bem, terei realmente que pedir desculpas desta vez pois minhas fotos ficaram feias, mas tudo bem, a amiga Maira fez várias com a máquina dela e rapidão terei elas por aqui. =)

Vamos ao causo. Falo desse último sabadão, quando voltei a receber a trupe do Cartel da Cevada para dar continuidade ao trabalho. A missão dessa vez porém, fugia de nosso planejamento, mas obviamente, por um bom motivo. O lançamento do single Brujeria... Pois é, tínhamos de registrar todo o material que faltava para o tema, no caso, as trilhas de guitarra lead do Nando Rosa, e alguns backing vocals, do Richard Zimmer, do Nando e do Igor Assunção. Enfim. Meio dia, chegava o povo, bem acompanhados da Maira e do Santto. Adivinha o que rolava enquanto trabalhávamos? Churrasco! hehe. O Richard logo que chegou se grudou nos espetos e, bem assessorado, a coisa foi rápida! Enquanto isso nós "metíamos bala". O set que preparei para o Nando para esta sessão utilizou dois amplificadores, o Mesa Boogie Dual Rectifier Road King e o Serrano Amps Classman 25 EL34 Custom Head. Posicionei dentro da sala Chimango a 4x12" Marshall JCM900A e preparei uma ambiência bem viva, rica e aberta. Para o transporte, não tive dúvidas, posicionei, levemente fora de eixo, meu Shure SM57 sem transformador e mandei seu sinal ao Avalon VT737sp. Posicionei um Sennheiser MD421II também levemente fora de eixo e mandei o sinal ao Neve Amek Purepath CIB. O último microfone foi o Cascade Gomez, totalmente no eixo, enviando o sinal ao Universal Audio LA610. Ambos os amplificadores tinham "plugados" em seus effect loop o rack da T.C. Electronics M-One gerando quaisquer efeitos que precisássemos. Tínhamos trilhas bem distintas para registrar, partes de alto ganho e partes limpas, mas a microfonação com estas 3 cápsulas forneceu opções suficientes para ambas as tarefas, com apenas pequenos ajustes nos pré-amplificadores de microfone. E daí foi fácil. Entre sons mais "pantanosos", outros mais modernos e outros com muito juju, o Nando sentou o dedo e a palheta e rapidão cumprimos a missão, hora do churrasco e da cerveja...
Após essa pequena e absurdamente satisfatória pausa, era vez de captar os backing vocals. Posicionei o Shure KSM44, fechei bastante a sala Maragato, visando criar um semi-vocal booth. Após um teste rápido optei pela sonoridade do Avalon e começamos o brinquedo. Mais tarde ainda recebemos a visita do James da Draco, demos umas boas risadas, traçamos planos e assim, cumpríamos a missão, e com louvor!

Hora de ir pro buteco jogar conversa fora e ouvir um som. Forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!

0 comentários: