segunda-feira, 5 de abril de 2010

Guitarras e vozes para um novo projeto.

Vamo que vamo!
Sexta-feira, dia de finalizar as captações do tema do novo projeto do Maicon, Davidson, Mauricio e Felipe. Porém antes, chegavam por aqui os guris da Start Select para darmos continuidade à pré-produção dos temas do futuro álbum deles. Começamos as 16 horas e ficamos na função até a chegada do Maicon e CIA. lá pelas 20 horas. Nossa empreitada começaria com a captação das guitarras. Eu queria a sonoridade de uma Telecaster e peguei emprestado o instrumento de meu amigo Davi, desde já lhe sou grato! Cordas novas e bora timbrar. Optei pela sala Chimango pois queria uma textura de ambiência diferente da que eu já tinha com a bateria, mas fui atrás do mesmo estilo, densa porém curta e neutra. Posicionei as caixas onde consegui esse resultado e era hora de começarmos a timbragem. De cara optei pelo Serrano Amps Classman 25 EL34 Custom Head. Eu queria uma sonoridade bem característica de single-coil e muito do som da guitarra, por isso inicialmente comecei timbrando somente o amp+guita, porém, acabei adicionando o Fulltone Fulldrive 2 Mosfet ao sinal e optando pela Marshall JCM900A 4x12". No fim das contas, para esta camada base, ficou assim, Fulltone Fulldrive 2 Mosfet, mandando para o Serrano Amps Classman 25 EL34 Custom Head, com um set clean de válvulas (Teslas 12AU7 no 1º estágio e 12AY7 no 2º estágio) e um par de Svetlanas 6L6GC no power amp do amplificador, mandando para a Marshall 4x12". Passamos o amplificador para dentro da técnica Farrapos e fui fazer o transporte. Optei por três microfones, um Shure SM57, um Sennheiser MD421II e o Cascade Gomez. Logo após procurei na sala um ponto onde o som estivesse bacana e com a mistura que eu procurava de som de sala+amplificador, ali posicionei o room mic para captar a ambiência. Para tanto escolhi o Rode K2. O sinal do Gomez foi então enviado ao Avalon VT737sp, o sinal do MD421II foi enviado ao Universal Audio LA610, o sinal do SM57 foi enviado ao Neve Amek Purepath CIB e o sinal do K2 foi enviado à um dos canais do Focusrite ISA428 com um Universal Audio 1176 "insertado". Ficaram muito legais os sons! Bom, ora de sentar a palheta. Apanhamos um pouco com alguns problemas de afinação mas com paciência chegamos lá, e tanto as bases do Felipe quanto as do Maicon foram gravadas. Ainda gravamos algumas bases com a Epiphone SG Custom do Maicon com a mesma configuração. Hora de mudar o set para o set clean. Apenas retirei o Fulltone do canal, fiz alguns ajustes, pegamos a Tagima T735S e voilá. Hora de mudar novamente, dessa vez para as camadas lead do tema, com a SG, e para tanto, acabamos utilizando nada mais que o Orange Tiny Terror. Ficou muito bom! Guitarras gravadas, 50% da missão cumprida!


Hora de captar as vozes e eu já sabia bem o que eu queria. O Felipe estava muito na vibe e havia transformado a ansiedade em algo muito bom! Eu tinha que usar aquilo, e, por isso, acabei optando por captar as vozes logo na sequência. Criei um semi- vocal booth e preparei dois microfones, o Rode K2 e o Manley Reference Cardioid. O Manley enviando para o Amek Purepath e o K2 enviando para o Avalon, ambos enviando em seguida para um segundo estágio de compressão nos UA 1176, técnica que tenho usado bastante ultimamente. Após acertar posicionamento, timbragem e mixagem de fone, não podia ter sido melhor e mais certo. O Felipe matou a "aniquilou a pênis" (hehe, gíria nova da turma) e em poucos takes já tínhamos todo material necessário. Em seguida ainda adicionei uma terceira cápsula, a do Shure 55S, pois queria aquela textura soft-top meio vintage nos backing tracks, e para acentuar essa característica enviei o sinal deste microfone ao UA LA610, ficou muito interessante! =)



Estávamos quase lá! Após as vozes, fechei o vocal booth, posicionei o K2 e captei algumas percussões e efeitos, mais precisamente uma trilha com meia-lua e algumas palmas, daí sim, missão cumprida e hora de cair na cama!

Forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!

0 comentários: