quinta-feira, 4 de março de 2010

O primeiro post do Sasandro!

Nessa quarta-feira, passei o dia todo no audioFARM, desde às 9:30 da manhã, e diga-se de passagem, foi um dia bem agradável. Começamos recebendo o Miguel Castilhos, vulgo Miguelzinho e o Chico dos Posteiros, e meu amigo Paulinho Cardoso, grande acordeonista. Em seguida, chegavam o Ivo Schergl Jr. e seu pai. Para nossa alegria negativa, quando estávamos terminando a microfonação da gaita (e que gaita!!!), a AESUL, mais uma vez, resolve nos sacanear e nos deixar 1 hora sem luz. Mas tudo bem, deu tempo para os músicos conhecerem o roteiro da trilha sonora e a música que seria gravada, o grande obstáculo era que tínhamos que tocar os instrumentos e fazer a cantoria pensando em um vídeo que ainda não existia. Chegava então o Leandro e junto dele, quando começava a bater a preocupação, a luz! Enfim o Miguelzinho resolveu fazer uma guia com violão, voz e bombo e tudo beleza!!!! Nessa altura o Mateus assumiu a operação da sala Farrapos e eu fui fazer o almoço, uma costela de primeira que o Miguelzinho trouxe pra galera.
O Mateus gravou as guias e a gaita do Paulinho na sala Maragato em uma ambiência curta porém aberta, eu assumi logo em seguida quando o Mateus foi forçado pelo sono à abandonar o barco. Tocamos até as 11:30 da noite, gravamos a voz do Leandro, o bombo legueiro e os violões do Chico. A voz do Pepêu (grande figura que veio de Gramado para dar essa força pra gurizada) e por fim, foi a gravação valendo da voz do Miguelzinho. Captamos basicamente tudo com o Manley Reference Cardioid variando somente a escolha de pré-amplificador de microfone conforme o timbre do instrumento em questão. Na gaita, além do Manley, colocamos também um par de Rode NT5 em frente ao teclado da sanfona, para a baixaria, gostamos muito do próprio som do microfone interno da gaita que endereçamos para um dos canais do Focusrite ISA428. Para o bombo legueiro, foi o Manley e o AKG D112, porém, nos deslocamos para a sala Chimango e trabalhamos uma ambiência bem focada. Para o violão, utilizamos a exata mesma sala e ambiência, usamos também o Manley, posicionado próximo à boca do instrumento e o M-Audio Pulsar II no braço, porém, no final, optamos somente pelo Manley. Às vozes foram captadas todas com o Manley no pré-amplificador Neve AMEK Purepath CIB.
A Produção do Miguel e a direção do Ivo tornaram o trabalho muito agradável e tranquilo. Esperamos assistir este curta muito em breve na TV. As fotos estão na máquina do Mateus, por tanto é com ele a postagem das imagens.

Bons sons a todos!!!























2 comentários:

os posteiros disse...

Grande abraço, amigos. Vocês são muito legais!
Chico Koller.

Mateus Borges disse...

Valeu mesmo Chico!
E desde já seja muito bem-vindo ao nosso cantinho! =)
Abração!