quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Keep testing!

\o/

Sobrou um tempinho para que eu pudesse continuar com minha "infinita" série de testes, que para alguns pode não ser nada, para outros pode ser muito interessante, para mim é maravilhoso e todo esse material tornará-se-á (credo!) artigo para o meus bruxos do IGAP.

Pois bem, dessa vez eu o Mauricio Maciel (para os que ainda não sabem, meu escudeiro em treinamento) nos atracamos a testar 3 técnicas de gravação de hi-hat e ouvir a textura de 2 dos microfones que temos à nossa disposição para a empreitada, o Rode NT5 e o Shure KSM-109. A captação de todos os testes obviamente foi feita totalmente neutra, o objetivo é analisar a sonoridade das técnicas/microfones. Boas descobertas!

Logo após foi a vez de completar um dos testes que eu e o Raul (saudades de tu gordo feio) fizemos meses atrás, dessa vez usando o Shure KSM-44 e o AKG D112 (sim, um dos resultados foi um tanto óbvio, o outro surpreendente). Adicionamos o Sennheiser MD421 na farofada somente como forma de análise.

Por último, foi a vez de testar como o KSM-44 se comportava captando caixa... Oo
Um SM57 foi adicionado novamente para poder de análise comparativa.

E era isso por esse quinta-feira.
Forte abraço!
Bring me sound and I'll make you music!





















0 comentários: