domingo, 14 de dezembro de 2008

Draco, guitarras episódio I

Ae!! Melhor postar agora e amanhã postar o resto do que todas ao mesmo tempo hehe.
Pois bem, é 5:30 da matina e não faz muito que terminamos a primeira de muitas seções de guitarras. Como o sono está começando a se apoderar deixe-me tentar lembrar de todos os detalhes.

Como sempre, não teve muito erro. Ajustar e transportar o som foi um tanto quanto cuidadoso e detalhado mas foi muito divertido e prazeroso. Para as seções de guitarra da Dani temos um belo input list, o que nos oferece uma bela gama de opções. Nosso arsenal inclui um Mesa Boogie Dual Rectifier, um Laney também valvulado, alguns pedais analógicos custom, uma 4x12" 1960A da Marshall, 3 guitarras e um rack de efeitos TC Electronics M-One.

Decidi por 4 entradas, SM57 mandando para o AMEK CIB, MD421 mandando para o Avalon, o Manley mandando para o LA-610 e o K2 mandando para o ISA. Nada muito surpreendente na técnica de microfonação, exceto pelo K2 em padrão 100% omni buscando captar mais sala, esta que tratei de forma a termos uma ambiência curta, com médios e agudos mais pronunciados, buscando boa separação entre as camadas.

Depois foi fácil, a Dani matou a pau e apenas pequenos ajustes entre os temas, adaptando a timbragem ao que o mesmo pedia, foram necesserários. E, finalmente, a parte mais divertida da seção em minha opinião, pilotar o rack de efeitos, e digo realmente pilotar, já que efeitos estáticos não são o meu forte... O que posso dizer... Desde reverbs de mola, passando por delays, chorus, tremolos até os vibratos, do sutil ao mais na "cara"... Resumindo, veio "com toda a linguiça" eohoeeoohe Como já diria meu amigo Sasandro!

Um forte abraço e até amanha para a parte II!
Bring me sound and I'll make you music!




















0 comentários: