quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Feliz ano novo!

É com muita felicidade (e nenhuma foto) que venho aqui desejar de forma curta e grossa aos amigos, clientes, companheiros, adendos, curiosos, enfim, ao povo musical do estúdio audioFARM, um feliz ano novo!

Que 2009 seja ainda melhor, que nos traga muito mais realizações, muito mais sucesso e que todos nós consigamos conquistar nossos objetivos! Que pessoalmente, tenhamos paz, felicidade e muita saúde. Que continuemos a cultivar amizades, a poder contar com amigos e familiares e enfim, compartilhar um dom divino que poucos possuem...
...o dom de tocar fundo a alma, sentimentos e coração desses seres que muitas vezes não mereciam estarem pisando nesta terra!

Este ano me trouxe grandes conquistas e realizações, fez com que eu me redescobrisse e pudesse voltar aos trilhos, espero que tenha trazido a todos o mesmo e que 2009 começe e termine com felicidades cada vez maiores!

Pois bem, que venha esse 2009 então, e que venha com toda a linguiça!

Um abraço nos moços e um beijo nas moças!
Bring me sound and I'll make you music!

Leia Mais…

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Um vídeo vale por mil fotos II - Banda Overvolt

Mais uma vez... Madrugada, madrugada... hehehe

Pois bem, neste dia de natal volto a atacar de videoteca, um vídeo vale por mil fotos, embora nesse caso tenha faltado mais registros, pois ainda registramos violões e não fiz vídeo disso =/
Em breve porém terei as fotos postadas aqui (assim que o Dudu me manda-las hehe). Então... Continuando as pré-produções da banda Overvolt, dessa vez, como disse, foi a vez de Eduardo Rimoli registrar os violões e Guilherme Paranhos registrar as vozes.

Manley neles!! Violões atravéz do LA-610 e vozes mandando para o AMEK CIB.
Após sentarmos o sarrafo e vamo que vamo "com toda a linguiça", hehe, ficou fácil.

Abração e até as fotos!
Bring me sound and I'll make you music!

Leia Mais…

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Overvolt pré-produzindo parte III

...Dessa vez não deu... Dormi em cima do micro hehe.
Ontem, alias, hoje, continuamos captando guitarras para as pré-produções da Overvolt. Agora foi a vez de Eduardo Rimoli (a.k.a Dudu). Nem tantas pirações assim depois e agora já está quase!
Dudu armado de sua Gibson Les Paul fez uso da mesma configuração da madrugada anterior com poucas e pequenas regulagens. Pequenas adições de efeitos clássicos, uso de um canal mais tweed e lá estava o timbre novamente.

Por ora é isso!
Bring me sound and I'll make you music!




Leia Mais…

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Overvolt pré-produzindo parte II

48 horas acordado... Mais algumas horas de trabalho depois e cá estamos, desculpem a demora!
Vamos que vamos ao interessante! Primeiro ao que é muito mais interessante que essa bandinha das fotos aí (hoeohehoehoe, brincadeira gente, BRINCADEIRA, tem que frisar bem porque tem gente grande na banda hehe), que é minha nova estação! Um PC custom com uma configuração monstra rodando meu novíssimo Pro Tools HD 8, gravando sempre em 24/96 agora, e capacidade total de mais de 1 terabyte de armazenamento no total. Que venha uma orquestra agora! hehehe.

E agora o menos interessante que é essa bandinha aí. =P
Piadas a parte tive o prazer de receber novamente o pessoal da banda Overvolt para a continuação das pré-produções das músicas para o novo álbum da banda que terá sua data de lançamento marcada para 2009.

Nestas seções fizemos o registro dos baixos de Celso Zanini e das guitarras do Glauco Guimarães. Aproveitamos para fazer alguns testes e novamente não foi muito difícil. Continuo me surpreendendo cada vez mais com o Sr. Bill Putnam pelo Universal Audio LA-610. Novamente timbrá-lo foi extremamente fácil, rápido e ele "sentou" o baixo na mix de forma muito bonita para o que estávamos procurando, digamos que o Celso gosta de uma timbragem um tanto quanto diferente para seu instrumento. Novamente "two tumbs up" para o LA-610, pré que venho redescobrindo ultimamente.

Para as guitarras... Fácil, Dual Recto + Tele... MD-421 e SM57 mandando respectivamente para o AMEK CIB e Avalon VT-737sp e foi tudo que foi preciso. Timbre orgânico, articulado e "up-front" sem soar demasiado "hyped up".

Acho que era isso, termino aqui enquanto me encaminho para o estúdio para a continuação!

Abraços!
Bring me sound and I'll make you music!











Leia Mais…

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Draco, guitarras episódio II

...E continuando, cá estamos nós. Hehe, dando a notícia em primeira mão, não faz muito que "acabamos de acabar" as captações das guitarras da Dani (Daniele Wilk) para o disco da Draco. O que mudou das seções de ontem para hoje? Quase nada, novamente, pequenos ajustes na timbragem e na regulagem de efeitos entre cada tema, e takes, muitos takes. Mais uma vez, excelente dia e ótimas fotos (e vídeos, os demais estarei postando na sequência).

Abração, e que venha o James!
Bring me sound and I'll make you music!
















No vídeo, Dani gravando um pequeno trecho lead do tema "Lugar Algum" na sexta-feira.



Leia Mais…

domingo, 14 de dezembro de 2008

Draco, guitarras episódio I

Ae!! Melhor postar agora e amanhã postar o resto do que todas ao mesmo tempo hehe.
Pois bem, é 5:30 da matina e não faz muito que terminamos a primeira de muitas seções de guitarras. Como o sono está começando a se apoderar deixe-me tentar lembrar de todos os detalhes.

Como sempre, não teve muito erro. Ajustar e transportar o som foi um tanto quanto cuidadoso e detalhado mas foi muito divertido e prazeroso. Para as seções de guitarra da Dani temos um belo input list, o que nos oferece uma bela gama de opções. Nosso arsenal inclui um Mesa Boogie Dual Rectifier, um Laney também valvulado, alguns pedais analógicos custom, uma 4x12" 1960A da Marshall, 3 guitarras e um rack de efeitos TC Electronics M-One.

Decidi por 4 entradas, SM57 mandando para o AMEK CIB, MD421 mandando para o Avalon, o Manley mandando para o LA-610 e o K2 mandando para o ISA. Nada muito surpreendente na técnica de microfonação, exceto pelo K2 em padrão 100% omni buscando captar mais sala, esta que tratei de forma a termos uma ambiência curta, com médios e agudos mais pronunciados, buscando boa separação entre as camadas.

Depois foi fácil, a Dani matou a pau e apenas pequenos ajustes entre os temas, adaptando a timbragem ao que o mesmo pedia, foram necesserários. E, finalmente, a parte mais divertida da seção em minha opinião, pilotar o rack de efeitos, e digo realmente pilotar, já que efeitos estáticos não são o meu forte... O que posso dizer... Desde reverbs de mola, passando por delays, chorus, tremolos até os vibratos, do sutil ao mais na "cara"... Resumindo, veio "com toda a linguiça" eohoeeoohe Como já diria meu amigo Sasandro!

Um forte abraço e até amanha para a parte II!
Bring me sound and I'll make you music!




















Leia Mais…